Madrid 1,86 EUR 0,03 (+1,75 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

SUSTENTABILIDADE| 11.03.2021

Como e por que organizar um evento sustentável?

Thumbnail user

Os eventos com selo verde oferecem milhares de vantagens e contribuem de forma clara para o desenvolvimento sustentável. Não somente reduzem as emissões de CO2, mas também promovem a igualdade de oportunidades, a inclusão e a economia local.

Um evento sustentável é, de acordo com as Nações Unidas, projetado e organizado para atender a dois objetivos: minimizar todos os impactos negativos que possam ocorrer no meio ambiente e deixar um legado positivo para a comunidade e todos os públicos envolvidos.

A organização de um evento sustentável representa um ato de responsabilidade com o ambiente e com as pessoas. As empresas que apostam nesse tipo de evento, como a MAPFRE, demonstram um compromisso firme com a igualdade de oportunidades, a inclusão e a proteção do meio ambiente. Também contribuem para fortalecer a transparência e consideram os grupos de interesse como atores relevantes.

É um trabalho que leva meses, exige grande planejamento e coordenação para que se possam cumprir objetivos e ações concretos, que são periodicamente avaliados e, por fim, são verificados por entidades autorizadas.

Impacto ambiental

Os eventos sustentáveis conseguem minimizar grande parte do impacto ambiental produzido. Assim, reduz-se a produção de resíduos (ODS 11 e 13) e faz-se uma gestão adequada dos resíduos; diminui-se o consumo de água e de eletricidade (ODS 12); e atenua-se a poluição atmosférica, sonora e da luz (ODS 7). Nesse tipo de evento, também é importante que os espaços sejam iluminados com luz natural e realizados ao ar livre; promover a mobilidade segura, saudável e sustentável (ODS 11), por exemplo, com utilização de transportes públicos e compartilhados; e escolher empresas de eventos que não utilizem embalagens descartáveis, que utilizem embalagens e talheres reutilizáveis, que priorizem a utilização de embalagens a granel e vidros para alimentos e bebidas, e que promovam produtos locais, da estação ou provenientes de um comércio justo.

Reduzir as emissões de CO2 também traz vantagens. Muitos eventos sustentáveis são , por sua vez, neutros em carbono, o que significa que levam em consideração as emissões que não puderam ser evitadas. Para isso, muitas entidades calculam essas emissões de CO2 com a ideia de compensá-las por meio da aquisição de títulos de carbono voluntários provenientes de um projeto que ofereça vantagens ambientais, sociais e econômicas, e por meio dos quais seja possível obter um resultado de emissões igual a zero. A MAPFRE, por exemplo, analisou e compensou as emissões das duas últimas Assembleias Gerais de Acionistas. Em 2020, por exemplo, calculou a pegada de carbono do evento e compensou as toneladas de CO2 emitidas em um projeto que forneceu energia elétrica renovável com a construção de três pequenas usinas hidrelétricas (PCH) instaladas no Brasil, um dos países em que atua.

Inclusão e igualdade

Os eventos sustentáveis também se preocupam em deixar um legado positivo na comunidade e, para isso, promovem a inclusão e a igualdade de oportunidades (por meio do recrutamento da mesma proporção de homens e mulheres); o oferecimento de tradução simultânea para linguagem de sinais (ODS 5, 8, 10 e 16); com facilidade de acesso, sem obstáculos, às pessoas com mobilidade reduzida (ODS 10); e a promoção da economia local por meio do recrutamento de empresas da região (ODS 8).

Sensibilizar a sociedade

Reforçar a comunicação e a transparência com os grupos de interesse e sensibilizar a sociedade para esse tipo de iniciativa são requisitos fundamentais desde o primeiro momento. Envolve a comunicação com os públicos de interesse, como acionistas, fornecedores e funcionários, de forma proativa e por meio de vários canais, como a web corporativa, por exemplo, com o objetivo de fornecer informações sobre o evento sustentável, bem como para conhecer, por meio de pesquisas, o que eles esperam do evento e os motivos. Obter feedback é essencial para o planejamento e para não deixar ninguém de fora.

A comunicação também desempenha um papel fundamental, pois um evento sustentável envolve um esforço e um compromisso que devem ser transferidos para a sociedade. De acordo com especialistas, é muito importante que as empresas que organizam esses atos e reuniões transmitam esses valores às pessoas que atendem e participam, aproveitem todas as boas práticas ambientais, sociais e econômicas implementadas e que estejam cientes do benefício que implica para o planeta como um todo. É importante transmitir que os eventos são e devem ser sustentáveis.

Segundo evento sustentável da MAPFRE

A Assembleia Geral de Acionistas, que a MAPFRE realizará na sexta-feira, dia 12 de março, será exclusivamente pela internet, uma decisão que responde à situação provocada pela pandemia e que permitirá proteger a saúde e a segurança (ODS 3). Será também um encontro sustentável, o que significa que todos os processos são realizados com o objetivo de ampliar a contribuição da empresa para a melhoria do meio ambiente e para o compromisso social, e, com isso, contribuir para o desenvolvimento sustentável e para a Agenda 2030.

A MAPFRE planeja e desenvolve esse encontro de acordo com a Norma de Gestão Sustentável da Assembleia Geral de Acionistas, levando em consideração os critérios de sustentabilidade, entre outros critérios, critérios profissionais, de inclusão e de respeito à diversidade, e à proteção dos direitos humanos e do meio ambiente.

A assembleia estará acessível para todos os acionistas em igualdade de condições; incluirá a tradução simultânea para a linguagem de sinais (ODS 16); disponibilizará recipientes específicos para a gestão segregada de resíduos (ODS 11); e utilizará materiais reutilizáveis (ODS 11 e 13). Também foram reforçadas a transparência e o diálogo social com os grupos de interesse por meio da criação de um canal de comunicação específico na web corporativa para divulgar informações sobre a assembleia geral e incorporar pesquisas a fornecedores e funcionários sobre a gestão do evento sustentável e endereços de e-mail para facilitar as consultas dos acionistas.

A AENOR é a entidade encarregada de certificar que o sistema de gestão da Assembleia Geral de Acionistas de 2021 cumpra com os requisitos da norma ISO 20121 para eventos sustentáveis.