MAPFRE
Madrid 2,228 EUR 0,03 (+1,55 %)
Madrid 2,228 EUR 0,03 (+1,55 %)

ECONOMIA| 28.09.2023

Por que nos importa na MAPFRE a educação financeira

Thumbnail user

Neste 2 de outubro, é comemorado o Dia da Educação Financeira, uma iniciativa promovida pelo Banco da Espanha, a Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) e o Ministério de Assuntos Econômicos e Transformação Digital que busca “melhorar a cultura financeira dos cidadãos, proporcionando-lhes os conhecimentos básicos e as ferramentas necessárias para que gerenciem suas finanças de forma responsável e informada “.

Com esse objetivo muito presente, na MAPFRE queremos promover a educação financeira como instrumento que permita contribuir notadamente para o desenvolvimento da Agenda 2030, por ser uma ferramenta imprescindível para a tomada de decisões financeiras responsáveis e, ao mesmo tempo, um instrumento fundamental para promover o conhecimento nestes temas.

Tal como diz a CNMV, “a educação financeira permite aos indivíduos melhorar a compreensão de conceitos e produtos financeiros, prevenir a fraude, tomar decisões adequadas a suas circunstâncias e necessidades e evitar situações indesejáveis derivadas bem de um endividamento excessivo ou de posições de risco inadequadas”.

Melhorar nossos conhecimentos financeiros nos permitirá tomar boas decisões no presente, o que, por sua vez, terá um impacto positivo no futuro. Por isso, promovemos a educação e a cultura financeira e de seguros entre todos os nossos grupos de interesse.

No âmbito do seu Plano de Sustentabilidade 2022-2024 e sob o conceito #AParteQueNosToca, a MAPFRE compromete-se a promover a educação e cultura financeira na sociedade com o objetivo de impulsionar a economia, melhorar suas decisões de investimento, aumentar suas pensões e aumentar sua qualidade de vida.

Nosso compromisso com a educação financeira não é novo, mas remonta quase à fundação da empresa, com a formação de funcionários sobre produtos seguradores. Além disso, o Plano de Sustentabilidade 2019-2021 já incorporava uma linha de educação financeira com o objetivo de dar um impulso maior.

Nossas propostas para o Dia da Educação Financeira 2023

Como impacta a educação financeira na economia de um país?

É verdade que a estabilidade econômica de um país depende de muitos fatores, tanto internos quanto externos, mas um deles é a cidadania e seu comportamento. A educação financeira torna as pessoas autônomas, capacitando-as para tomarem suas próprias decisões, o que tem um impacto no país.

Por exemplo, ao tomar decisões financeiras mais sólidas, é menos provável que elas se endividem além da capacidade de pagamento. Isto ajuda a reduzir o número de descumprimentos de pagamento, a inadimplência e as crises financeiras em nível individual e sistêmico.

A importância de começar com a educação financeira na infância

A educação é um dos pilares mais importantes da paternidade, tanto em casa quanto na escola, o foco está em que as crianças entendam a importância das relações humanas, a linguagem ou a saúde, disciplinas necessárias para seu desenvolvimento adequado. Mas e o valor do dinheiro?

Falar do dinheiro com os pequenos e explicar qual é sua utilidade é fundamental para que no futuro se sintam confortáveis falando do tema e não o considerem tabu. Economizar é um dos aspectos mais fáceis de introduzir nas crianças e, de fato, isto acontece quase sem que elas percebam.

O exemplo mais claro é o momento em que elas recebem um cofrinho de presente, ajudando-as a estabelecer um objetivo de economia para poder comprar algo que as entusiasme. Dessa forma, elas sentirão essa motivação para ter suas próprias economias, administrar o dinheiro e entender o esforço e a responsabilidade por trás de obter o que desejam.

 

ARTIGOS RELACIONADOS: