Madrid 1,664 EUR 0,02 (0,91 %)

SUSTENTABILIDADE| 12.11.2021

Impulsionamos na Espanha e no Brasil a reciclagem de peças de automóveis e a economia circular

Thumbnail user

A MAPFRE avança em sua aposta em tornar-se uma referência em sustentabilidade e economia circular. No Brasil, assinou um acordo com a maior companhia de reciclagem de chumbo da América do Sul e já conseguiu eliminar corretamente oito toneladas de componentes. Na Espanha, através de CESVIrecambios, lidera um bem-sucedido modelo que otimiza materiais e resíduos, foge do atual sistema de “usar e jogar fora”, e aposta pela reutilização, reparação, redução e a reciclagem de peças e componentes, concedendo-lhes uma segunda vida.

Com o objetivo de manter a correta eliminação das baterias de automóveis recuperados, a MAPFRE uniu-se a Baterias Moura. O projeto iniciou-se em espaços exteriores da MAPFRE nas localidades brasileiras de Suzano (São Paulo) e Belo Horizonte (Minas Gerais), onde se retiram as baterias dos veículos classificados como sucata, que depois são identificadas e enviadas ao centro de reciclagem de baterias de Moura, em cumprimento da legislação meio ambiental. Desde o início deste acordo já enviaram a reciclar mais de oito toneladas de baterias de resíduos de chumbo.

 “A sustentabilidade é um pilar transversal e está presente em todas as áreas de nosso negócio. Ter Moura como sócio significa alinhar este princípio com as últimas tendências globais de sustentabilidade. Cumprimos estritamente com toda a legislação sobre eliminação de resíduos sólidos e, com a aliança, estamos agilizando este processo, minimizando ainda mais os possíveis impactos ambientais,” explica Tulio Dias Carvalho, Diretor de Fornecedores da MAPFRE no Brasil. E antecipa que “a ideia é que esta aliança se estenda, nos próximos meses, a nossos pátios em duas cidades mais”.

 

Restaurar os ecossistemas

A reciclagem é um fator importante para restaurar os ecossistemas. Como parte do Programa Meio Ambiental Moura (PAM), uma das ações destacadas é uma logística de bateria inversa, implementada na empresa há mais de 30 anos.

O processo envolve toda a cadeia, que vai das fábricas, aos distribuidores Rede Moura, a revendedores e aos sócios. A empresa recicla 100% das baterias produzidas e presentes no mercado, o que a tornou hoje a maior empresa de reciclagem de chumbo da América do Sul.

 

Segunda vida dos componentes e economia circular

A MAPFRE mostra um forte compromisso na neutralização de qualquer possível impacto meio ambiental dos veículos segurados pela companhia e que são declarados como perda total. Na Espanha, oferece uma segunda vida às peças procedentes destes veículos através de CESVIrecambios, Centro Autorizado de Tratamento que age como expoente da política ambiental e de sustentabilidade da seguradora.

O CESVIrecambios descontamina componentes perigosos, como baterias e fluidos veiculares, e recupera materiais dos carros que foram dados de baixa: aço (atualmente, a maior parte do peso total), alumínio, plásticos, fios de cobre e vidro…, materiais que podem ser reutilizados em diversos usos industriais.

Em um exercício de economia circular e de empoderamento dos cidadãos (como o “direito de consertar”), propõe mais uma vez um segundo ciclo de vida para mais de 1,5 milhões peças, propondo fornecer a particulares e oficinas peças de reposição de qualidade, a um bom preço e com garantia.

Desta forma, o ciclo de vida dos produtos é ampliado. A reutilização das peças com a mesma finalidade para a qual foram desenhadas contribui para diminuir o impacto meio ambiental, reduzindo os resíduos ao mínimo. 

Até o momento, através desta iniciativa do CESVIrecambios evitou-se a emissão de mais de 52.000 toneladas de CO2,, foram descontaminados uns 46.000 veículos e mais de 1,3 milhão de peças passaram a ter um segundo ciclo de vida.

A MAPFRE aderiu ao Pacto pela Economia Circular, projeto que estabelece 9 compromissos para promover a economia energética da companhia e reduzir o impacto ambiental, como medir a economia e a eficiência da empresa, potencializar produtos e serviços com critérios ecológicos que ajudem a reduzir a pegada de carbono, e envolver a sociedade para fomentar um modelo de consumo responsável e a reciclagem de qualidade, entre outros.