MAPFRE
Madrid 2,16 EUR -0,04 (-1,73 %)
Madrid 2,16 EUR -0,04 (-1,73 %)
SAÚDE | 05.04.2023

O compromisso da MAPFRE com o setor da saúde

Thumbnail user

Este 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde, uma esfera que após a pandemia assumiu especial relevância, que também é acentuada por outras tendências observadas em boa parte do mundo, como o envelhecimento ou os estilos de vida pouco saudáveis.

Na atividade da MAPFRE, o setor da saúde tem um peso crescente, com um interesse cada vez maior demonstrado pelos usuários, a chegada a novos países e a incorporação de novas tecnologias nos serviços de saúde.

A brecha de proteção global na saúde

A GFIA (Global Federation of Insurance Associations), em seu relatório sobre as brechas de proteção globais, identifica a saúde como uma das principais lacunas. Especificamente, coloca a brecha de proteção em saúde em cerca de 800 bilhões de dólares em 2020. Ela ocorre principalmente em economias em desenvolvimento da Ásia, América Latina e África. Esse número representa 1,5% do PIB global, mas a GFIA estima que se a tendência atual continuar, poderá aumentar entre 4 e 5% ao ano até 2030, para um total de 6 trilhões de euros.

Entretanto, afirma que a Covid levou os governos a prestarem mais atenção a esta brecha e a fazer um esforço maior para abordá-la. Para continuar nesse caminho, a entidade considera que os atores públicos e privados podem precisar de mais colaboração, “criando os marcos de trabalho adequados e garantindo a prestação dos serviços sanitários a mais pessoas com maior qualidade”.

A pegada global da MAPFRE no setor da saúde

A MAPFRE tem 4,2 milhões de usuários segurados em saúde, com presença em 21 países e três continentes: Malta, Espanha e Portugal, na Europa; Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, El Salvador, Uruguai e Venezuela; além da Turquia.

A América Latina se destaca neste mapa, onde as coberturas modulares estão sendo desenvolvidas com sucesso e nas quais o usuário seleciona os serviços de seu interesse, em vez de contratar um pacote fixo. Assim, é possível atingir uma população maior e se adaptar às necessidades de diferentes tipos de clientes e poder de compra.

A saúde desempenha um papel cada vez mais importante, tanto para o grupo MAPFRE quanto para o conjunto do setor segurador. Na Espanha, o ramo de saúde quase dobrou seu volume de prêmios até mais de 10,5 bilhões de euros nos últimos 15 anos, enquanto o de automóveis, por exemplo, permaneceu sem grandes variações e esteve em torno de 11,35 bilhões no ano passado, de acordo com dados de ICEA. Até 2024, espera-se que o ramo da saúde supere o de automóveis como o de maior volume na Espanha em não vida. Em 2022, os prêmios da MAPFRE no ramo de saúde atingiram 1,569 bilhões de euros, 14,2% a mais do que no ano anterior, um crescimento que já é uma tendência sustentada no tempo.

Inovação e telemedicina

O avanço da tecnologia permite que a telemedicina se posicione como uma opção idônea em muitas oportunidades. A este respeito, destacam-se:

  • Savia, a plataforma de saúde digital da MAPFRE. Com ela é possível ter acesso a consultas com seu quadro de profissionais de qualquer lugar. E isso, além da conveniência, representa uma importante vantagem em certos casos. Por exemplo, uma pessoa com problemas psicológicos/psiquiátricos pode ter acesso ao melhor especialista em seu campo, que pode trabalhar a centenas de quilômetros, eliminando assim uma barreira importante.

  • Telemedicina em viagens. A maioria dos incidentes que obrigam os turistas a procurar os serviços de seu seguro de viagem está relacionada a um problema de saúde. Por isso a MAWDY, a unidade de assistência da MAPFRE, responsável por estas situações, implementou seu serviço de vídeo consulta 24 horas. Estar longe de casa e após sofrer algum problema médico, com a possibilidade de ser atendido imediatamente por um profissional que fale sua língua é uma verdadeira ajuda.

Expansão internacional

A MAPFRE assinou este ano um acordo com a Bupa, a matriz de Sanitas, para o desenvolvimento conjunto de serviços de saúde na América Latina. Estes serão oferecidos, em primeiro lugar, no Peru e, posteriormente, no Uruguai e no Paraguai, mas o acordo abrange a região da América Latina, e estão sendo estudadas oportunidades conjuntas em outros países, com o compromisso de ambas as empresas de que seja uma relação sólida e duradoura.

Trata-se de uma aliança entre a maior seguradora da região, a MAPFRE, e uma referência mundial em seguros de saúde, como a Bupa, o que permite à MAPFRE dar mais um passo em seu compromisso neste campo, começando por expandir sua oferta em uma região onde estes serviços são altamente procurados.

 

A promoção da saúde através da Fundación MAPFRE

A importância da saúde na MAPFRE vai além do núcleo de seu negócio. Uma das principais áreas de ação de sua Fundación é a saúde, através da prevenção de doenças não transmissíveis relacionadas aos estilos de vida. A Fundación MAPFRE promove hábitos de vida saudáveis com o desenvolvimento de atividades em colaboração com outras entidades públicas e privadas, a implementação de programas educacionais nas escolas, ações de promoção da saúde no ambiente de trabalho ou atividades orientadas à família.

Outro destaque é o trabalho de pesquisa, que se materializa em um conjunto de publicações realizadas em colaboração com instituições de renome sobre temas como alimentação, saúde digital, bem-estar emocional e atividade física. Por exemplo, seu último estudo sobre como a pandemia afetou os hábitos alimentares da população espanhola.

Durante a pandemia, a Fundación MAPFRE mobilizou seus recursos na luta contra a Covid, com auxílios econômicos em dezenas de países destinados à compra de material médico essencial, pesquisa e ajuda aos afetados.

 

ARTIGOS RELACIONADOS: