MAPFRE
Madrid 2,338 EUR 0 (0,17 %)
Madrid 2,338 EUR 0 (0,17 %)

INOVAÇÃO| 11.09.2023

A educação busca se adaptar a um mundo em rápida evolução

Thumbnail user

Nos últimos anos, a educação não tem avançado na mesma velocidade que o mundo ao seu redor. Muitas vezes, as práticas e estruturas educacionais não conseguiram fazer tudo o que é necessário para acompanhar as rápidas mudanças da tecnologia e da sociedade.

Cientes disso, há grupos de pedagogos e acadêmicos em todo o mundo que consideram a inovação educacional não apenas uma tendência crescente, mas uma necessidade.

Repensando a maneira como educamos

Já em 2023, a urgência de implementar a inovação pedagógica está se tornando cada vez mais evidente. Não se trata apenas de incorporar a tecnologia mais recente nas salas de aula, mas de repensar a maneira como educamos e como aprendem os alunos neste mundo em constante mudança. A seguir, exploraremos algumas das inovações pedagógicas mais importantes dos últimos anos, que representam respostas criativas e efetivas para estes desafios: 

  • A sala de aula invertida 

“Flipped classroom” envolve que os alunos preparem a lição em casa, estudando o material do curso por conta própria, para depois aplicar o aprendido na sala de aula através de atividades práticas e debates em grupo com o professor. Esta é uma das inovações pedagógicas com mais peso e aceitação atualmente. Uma técnica que já foi mencionada no relatório Innovating Pedagogy 2022, ela permite que os alunos aprendam em seu próprio ritmo, facilitando uma aprendizagem profunda, ativa, prática e eficaz. 

  • Gamificação 

A gamificação não é um conceito novo, mas ainda é um campo com um longo caminho a percorrer na educação. Ela envolve a utilização de elementos de design de jogos (entre os mais comuns, pontos, níveis e recompensas) para motivar os alunos e melhorar seu compromisso com a aprendizagem. A gamificação aproveita o rápido ciclo de estímulo-recompensa para promover a ação e a evolução dos alunos, assim como em um contexto de jogo este ciclo nos mantém atentos e com vontade de avançar. 

  • Realidade virtual 

A realidade virtual (VR) está começando a entrar nas salas de aula. Com a VR, os alunos podem viver experiências imersivas, como explorar o Coliseu Romano em uma lição de história. Já existem exemplos do uso da realidade virtual na educação, como Google Expeditions, que permite aos alunos fazer “viagens” virtuais a lugares do mundo todo. Embora haja momentos em que a realidade virtual pareça uma moda passageira, isto não é mais assim quando a colocamos no contexto da educação e imaginamos a sala de aula se movimentando de forma imersiva à floresta amazônica em uma aula de biologia, ou para as pirâmides do Egito, em geometria. Sem dúvida, esta lição seria muito mais interessante do que a opção de um professor recitando apenas o programa de estudos. 

  • Educação conduzida por influencers 

A educação conduzida por influencers é outra tendência emergente que foi mencionada no relatório Innovating Pedagogy 2022 e que vem crescendo nos últimos tempos. Os influencers das redes sociais, que criaram grandes comunidades de seguidores online, estão começando a desempenhar um papel na educação. Os chamados “edu-influencers” oferecem vídeos e outros conteúdos educacionais a seus seguidores, além da educação formal, em temas tão diversos quanto matemática, música, física e muitas outros. 

  • Inteligência Artificial 

A inteligência artificial (IA) é uma palavra de moda em 2023, mas tem um amplo potencial na educação, como já vimos no debate sobre o uso da inteligência artificial nas salas de aula. A IA pode personalizar a aprendizagem para cada aluno, adaptando-se ao seu ritmo e estilo de aprendizagem. Ela também pode liberar o tempo dos educadores ao automatizar tarefas mecânicas e de avaliação. Certamente, ela mostra muitas sinergias na técnica da sala de aula invertida, por exemplo.

Competir com uma janela de atenção cada vez menor

A educação deve se adaptar a uma sociedade com uma taxa de atenção cada vez mais fugaz e estruturas cada vez mais líquidas, se não quiser ficar para trás. Neste contexto de ritmo acelerado, é fundamental que a educação incorpore a inovação pedagógica como resposta às mudanças dinâmicas da sociedade e se movimente além do salão de aula em grupo e das aulas expositivas. 

Dessa forma, ao aceitar o desafio, a educação se mantém em harmonia com os tempos e se transforma em fonte de conhecimento e desenvolvimento para as gerações do futuro, e uma ferramenta para a igualdade

 

ARTIGOS RELACIONADOS: