Madrid 1,86 EUR 0 (0,22 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Publicação de resultados 1T 2021
29 de abril de 2021

Consulte a documentação financeira publicada

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

SUSTENTABILIDADE | 15.10.2020

¿O que é o impacto ambiental e como ele é medido?

Thumbnail user

A pandemia da Covid-19 é somente um dos exemplos de como o bem-estar da humanidade está estreitamente ligado ao equilíbrio dos ecossistemas. Nesse contexto, é mais importante do que nunca medir o impacto da atividade humana no meio ambiente com o objetivo de avançar em direção a um desenvolvimento sustentável.

À medida que a pandemia continua causando perdas de vidas humanas e fazendo estragos nas economias de todo o planeta, as Nações Unidas advertem, em um novo relatório, que “A saúde humana, animal e ambiental deve ser considerada como uma única para que seja possível prevenir a próxima pandemia”.

A diretora executiva da PNUMA, Inger Andersen, apontou durante a apresentação do relatório que: “A ciência deixou claro que, se continuarmos explorando a vida silvestre e destruindo nossos ecossistemas, nos próximos anos enfrentaremos um fluxo constante de doenças passando dos animais para os humanos”.

O relatório identifica as tendências que reforçam o crescente surgimento de zoonoses, entre essas: a maior demanda por proteína animal, o aumento da agricultura intensiva e insustentável, a exploração da vida silvestre e a crise climática. Identifica também dez medidas que podem ser tomadas pelos governos para a prevenção de futuros surtos, entre eles:

  • Incentivar práticas sustentáveis de gestão de solos e desenvolver alternativas para a segurança alimentar e dos meios de vida que não dependam da destruição de hábitats e da biodiversidade.
  • Apoiar a gestão sustentável de ambientes terrestres e marinhos para melhorar a coexistência sustentável da agricultura e da vida silvestre.

Impacto ambiental: o que é 

É o resultado de uma atividade humana que gera um efeito sobre o meio ambiente e que representa uma ruptura do equilíbrio ambiental.

Alguns dos impactos ambientais mais frequentes são:

  • poluição do ar
  • poluição das águas (mares, rios, águas subterrâneas)
  • contaminação do solo
  • geração de resíduos
  • poluição sonora
  • empobrecimento dos ecossistemas e perda de biodiversidade

Por que é necessário medir o impacto ambiental da atividade humana?

O bem-estar da humanidade depende diretamente da biodiversidade e dos ecossistemas. Por isso, é fundamental medir, planejar e minimizar qualquer atividade que possa alterar o equilíbrio ecológico.

Por sua vez, todas as atividades realizadas pela espécie humana apresentam um impacto nos ecossistemas. Algumas atividades causam efeitos irreversíveis ao meio ambiente, como a poluição do ambiente, a extinção de espécies, o esgotamento de recursos ou a destruição de hábitats.

O bem-estar da humanidade depende diretamente da biodiversidade e dos ecossistemas. Por isso, é fundamental medir, planejar e minimizar qualquer atividade que possa alterar o equilíbrio ecológico.

 

Por sua vez, todas as atividades realizadas pela espécie humana apresentam um impacto nos ecossistemas. Algumas atividades causam efeitos irreversíveis ao meio ambiente, como a poluição do ambiente, a extinção de espécies, o esgotamento de recursos ou a destruição de hábitats.

¿Como medir o impacto ambiental?

Atualmente, mais de 100 países dispõem com legislação que obriga a realização de Avaliações do Impacto Ambiental para qualquer projeto que possa ter um alto impacto nos ecossistemas.

Para avaliar esses efeitos sobre o ecossistema foi criada a Avaliação de Impacto Ambiental, elaborada de acordo com indicadores de desenvolvimento sustentável.

Além disso, há uma iniciativa internacional chamada Natural Capital Coalition que trabalha para que as organizações empresariais incluam nas finanças a dependência e os impactos ambientais sobre os ecossistemas e a biodiversidade.

Empresas comprometidas com a redução do impacto ambiental

Na MAPFRE, continuamos avançando em nossos compromissos com a Agenda 2030 das Nações Unidas, em ações que podem ser concretizadas em:

 

  • Redução da pegada ambiental. Medimos nosso impacto ambiental e estabelecemos os objetivos de reduzir as emissões e de alcançar a neutralidade de carbono.
  • Integração da variável de mudança climática em nossos negócios. Incorporamos as recomendações da Task Force on Climate-related Financial Disclosures (TCFD) em nosso planejamento financeiro, bem como a inclusão de critérios ambientais, sociais e governamentais (ASG) tanto no investimento quanto na assinatura e na definição de produtos com baixa emissão de carbono.
  • Promoção da economia circular. Reduzimos a geração de resíduos em nossas atividades e nos posicionamos como um agente de mudança na transição para esse tipo de economia, por meio da promoção de produtos e serviços e apoiando empresas especializadas no setor.
  • Preservação da biodiversidade. Sensibilizando e apoiamos iniciativas para proteger ecossistemas mais sensíveis aos efeitos das mudanças climáticas.