MAPFRE
Madrid 2,338 EUR 0 (0,17 %)
Madrid 2,338 EUR 0 (0,17 %)
SUSTENTABILIDADE| 28.03.2023

Eventos sustentáveis, uma forma de melhorar o planeta

Thumbnail user
São só vantagens quando se realiza um evento sustentável.  Este tipo de encontros, com selo verde, não só protegem o meio ambiente, mas também contribuem para uma sociedade mais comprometida e inclusiva. Assim acreditamos na MAPFRE e celebramos recentemente nossa quarta Assembleia Geral de Acionistas com certificação sustentável, um exemplo de como ser mais responsáveis, mas também mais competitivos e eficientes.
  1. Reduza a pegada ambiental

Os eventos podem ter um grande impacto ambiental, especialmente devido às emissões de gases de efeito estufa causadas pelo deslocamento dos participantes e pelo transporte das infraestruturas necessárias. No entanto, existem formas de reduzir este impacto sem necessidade de grandes recursos.

Como chegar ao evento

Uma forma simples de reduzir o impacto ambiental de um evento é escolher uma localização acessível a pé e por transporte público. Isto pode reduzir as emissões de gases de efeito estufa produzidos pelo deslocamento dos participantes e facilitar a mobilidade sustentável.

Além disso, é importante contar com estacionamentos para bicicletas e colaborar com empresas de transporte público para aumentar as frequências de transporte e oferecer brindes e bonificações aos participantes que escolherem meios de transporte com menos impacto. A promoção do transporte em carro compartilhado também pode ser uma opção interessante, portanto, é possível habilitar aplicativos móveis que entrem em contato com os diferentes usuários e estabelecer bonificações ou melhores vagas de estacionamento para pessoas que acessem com carro compartilhado.

E se os participantes se conectam on-line?

Embora nem sempre seja possível evitar deslocamentos para assistir a eventos pessoalmente, oferecer a possibilidade de acompanhar o evento remotamente através de streaming, pode ser uma boa forma de reduzir as emissões de gases de efeito estufa produzidos pelos deslocamentos. Isto pode ser especialmente útil para palestrantes provenientes de outras partes do mundo ou para que os próprios participantes possam acompanhar as palestras que lhes interessam sem a necessidade de sair de casa.

Escolha materiais que possam ser reutilizados ou reciclados

A organização de um evento implica a utilização de uma ampla variedade de materiais e serviços que tornam isso possível. Entre eles, destacam-se os elementos decorativos e adereços, os artigos de merchandising, sinalização, equipamentos de som e iluminação, palcos, bares, alimentação e bebidas.

Deveremos priorizar os materiais com menos impacto ao meio ambiente, ou seja, que sejam reutilizáveis para outros fins ou em outros eventos, ou que sejam recicláveis. Em qualquer caso, deveremos contar com recipientes de resíduos adequadamente sinalizados para poder separar os materiais, tanto para a equipe de produção como para o público geral.

Um exemplo seria não personalizar os materiais decorativos e de merchandising para poder reutilizá-los em futuras edições. Além disso, podem ser utilizados códigos QR que deem acesso à documentação do evento para evitar o papel impresso e criar sistemas de retorno para elementos como as acreditações e identificadores ou, uma vez finalizado o evento, pode-se doar os materiais úteis a projetos benéficos.

  1. Garante a diversidade e a inclusão

Acessível para todos

Na hora de escolher um lugar para o evento, devemos considerar que esteja corretamente adaptado para pessoas com mobilidade reduzida, bem como informar sobre a acessibilidade da área, para garantir que todos os participantes que precisarem possam ter acesso de maneira confortável e segura.

Compreensível para todos

Além disso, caso haja discursos ou palestras, devemos contemplar a opção de tradução simultânea tanto em diferentes idiomas se contamos com participantes estrangeiross, como a linguagem de sinais para pessoas com deficiência auditiva.

Fornecedores socialmente responsáveis

Na contratação de serviços externos, contamos com os fornecedores que cumpram com critérios ESG, neste caso, focando na parte social: sua política de contratação, como cuidam de seus funcionários ou de suas comunidades locais e como protegem seus direitos.

Além disso, não devemos esquecer a importância de contar com o mesmo número de homens que de mulheres no quadro de funcionários, bem como de pessoas com deficiência, para garantir a diversidade e inclusão não somente em seu evento, mas em sua empresa.

  1. Ações de conscientização

É fundamental estabelecer uma política de prevenção de resíduos baseada na conscientização ambiental para evitar a produção desnecessária de resíduos. Desta maneira, tanto os participantes quanto os organizadores e fornecedores entenderão a importância de minimizar a quantidade de resíduos na origem e recuperar materiais.

Além disso, para incentivar a separação dos resíduos, deve-se fornecer recipientes adequados e sinalizar cada tipo de resíduo durante o evento, bem como contar com cartazes com mensagens-chave de conscientização.

Também devemos conscientizar sobre a parte social do evento, proporcionando dados transparentes sobre como este evento contribui para as entidades com as quais colaboramos ou para a comunidade. Também é possível propor ações individuais com as quais os participantes prolonguem a solidariedade como ações voluntárias ou doações. 

  1. Análise dos resultados pós-evento

Para garantir que o evento tenha sido tão sustentável como esperávamos, deveremos realizar uma auditoria, verificando os principais dados:

  • Qual foi o transporte utilizado por todos os participantes (convidados, organizadores e fornecedores). É o dado mais difícil de conseguir, e pode ser obtido mediante pesquisas com os participantes.
  • Transporte dos materiais e infraestruturas, que distância percorreram e com que meio de transporte.
  • Consumo de energia e água do evento.
  • Quantidade de resíduos gerados (quilogramas).
  • Quantidade de materiais em bom estado que podem ser novamente utilizados.

Uma vez coletados estes indicadores, poderá medir a pegada de carbono e a pegada ambiental do evento. A pegada de carbono refere-se à quantidade total de emissões de CO2 e outros gases de efeito estufa gerados direta ou indiretamente pelo evento ao longo do seu ciclo de vida, e se expressa em termos de CO2 equivalente. Por outro lado, a pegada ambiental avalia e pondera os principais impactos ambientais que ocorrem durante todo o ciclo de vida de um evento, e é medida em pontos de impacto, que é uma medida normalizada e ponderada dos diversos efeitos ambientais.

O evento sustentável da MAPFRE

A quarta Assembleia Geral de Acionistas da MAPFRE que ocorreu este mês foi um evento com certificação sustentável, o que implica que tanto seu planejamento como desenvolvimento levaram em conta critérios trabalhistas inclusivos e de respeito à diversidade, bem como à proteção do meio ambiente. 

ARTIGOS RELACIONADOS: