Madrid 1,625 EUR 0,02 (+1,5 %)

SAÚDE| 25.02.2022

Díaz Yuste: “Quando lançamos Savia, nós tínhamos previsões que foram superadas 2 anos antes”

Thumbnail user

MAPFRE assiste ao MWC, que começará em 28 de fevereiro em Barcelona, focado na Saúde e na Inovação.

PEDRO DIAZ YUSTE

Uma das principais aprendizagens durante a pandemia global foi a flexibilidade e a determinada orientação dos serviços e soluções para atender às necessidades das pessoas. Assim menciona Pedro Díaz Yuste, diretor geral de Savia, na entrevista realizada por Barcelona Health Hub (BHH) a seus membros.

A plataforma de serviços de saúde digital da MAPFRE reforçou os serviços de telemedicina (com consultas por vídeo, chats com especialistas e um serviço de verificação de sintomas), uma nova categoria de produtos (testes COVID online), ou serviços médicos prestados nos lares (mais de 9.000), assim como o reforço de vídeo consultas de Saúde Mental para mais de 20 doenças, ou um app de medição da saturação de oxigênio no sangue através da voz do usuário em seu próprio telefone. Os resultados de Savia nos últimos três anos refletem o sucesso desta aposta: mais de 380.000 usuários e 75.000 clientes.

Pedro Díaz Yuste estará presente em 28 de fevereiro em um painel da Barcelona Health Hub, sobre Tendências de Saúde Digital no âmbito segurador, juntamente com Aline Noizet, fundadora de Digital Health Connector, Javier Rodríguez, responsável por Vida & Pensiones em Zurique, Fernando Botrán, fundador e CEO de Osigu, com a moderação de Elena Torrente, embaixadora da BHH.

MAPFRE estará presente, ao lado da Barcelona Health Hub, na plataforma 4YFN do Mobile World Congress 2022, o maior evento tecnológico do mundo. Esta edição retoma a normalidade presencial após a pandemia do coronavírus, com um volume estimado de até 60.000 participantes procedentes de 150 países.

 “O futuro permitirá que as pessoas administrem sua própria saúde no smartphone”

Na entrevista, Díaz Yuste antecipa que a presença da MAPFRE no MWC se enlaça com a inovação no DNA da empresa. “A MAPFRE teve a coragem suficiente para implantar uma iniciativa disruptiva como Savia no panorama da Saúde digital(…), que já tem resultados que foram previstos há 5 anos, após somente 3 de seu lançamento.”

“No futuro, acreditamos que todas estas tendências disparadas pela pandemia da COVID serão aceleradas, um futuro em que as pessoas administrarão sua saúde do celular e de outros terminais conectados, procurando a melhor solução para suas necessidades, sem importar quais sejam, e segundo variem no momento”, resume.