MAPFRE
Madrid 2,356 EUR 0,01 (0,43 %)
Madrid 2,356 EUR 0,01 (0,43 %)

INOVAÇÃO| 05.07.2023

Inovação, no DNA do CESVIMAP há 40 anos

Thumbnail user

Projetos de reconstrução de acidentes com soluções de geolocalização e gêmeos digitais, pesquisas sobre a condução autônoma e os robôs autônomos, ADAS, ou crash test para reparabilidade são algumas das iniciativas realizadas pelo centro de P&D da MAPFRE em termos de inovação.

O CESVIMAP é o centro de P&D da MAPFRE e faz parte do modelo de inovação aberta MAPFRE Open Innovation. Como Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE, é seu laboratório de inovação de novos produtos e serviços baseados no Usage Based Insurance (UBI).

Além de ser um centro tecnológico de referência global em design, seguro, uso, manutenção, reparo e reciclagem de veículos e de outras soluções de mobilidade de bens e pessoas, o CESVIMAP está sempre buscando gerar valor para a sociedade, criando fórmulas inovadoras em todos os âmbitos, desde consultoria e treinamento, até a divulgação do conhecimento ou a promoção da economia circular.

Agora, a instituição celebra seu 40º aniversário. Por ocasião desta grande data, contamos a você alguns dos projetos inovadores que o CESVIMAP está desenvolvendo.

IA e Deep Learning para análise de danos em seguros de automóveis

O CESVIMAP desenvolveu um modelo de inteligência artificial (IA) com um algoritmo de aprendizagem profunda (Deep learning) que permite a contratação digital e imediata de seguros em veículos usados. Este modelo de IA detecta amassados, arranhões ou pequenos defeitos na carroceria, em tempo real, e a partir de fotos tiradas com o celular.

O modelo preditivo foi treinado com um volume muito alto e variado de milhões de imagens e a resposta esperada para cada uma delas, de forma que o programa pode determinar com uma precisão de mais de 95% os possíveis danos ao veículo. Além do seguro de automóveis, este sistema também pode ser aplicado à contratação de seguros para o lar ou comércios, agilizando os processos e oferecendo ao cliente uma experiência personalizada e simples.

Mobilidade e ADAS

O CESVIMAP estuda a mobilidade C.A.S.E (Connected/Autonomous/Shared/Electric). Foi o primeiro centro de pesquisa que estudou um carro elétrico, em 2011, antecipando-se a recuperação da micromobilidade elétrica que vivemos atualmente, mais de uma década depois.

Em colaboração com a Fundación MAPFRE, o centro projetou simulações de VMP, veículos de mobilidade pessoal, mediante elementos finitos e, com base em sua análise, estudou sua sinistralidade com crash test reais de patinetes contra veículos e contra um pedestre, usando um dispositivo registrado na Oficina Espanhola de Patentes e Marcas.

Desde 2015, testa os ADAS ou sistemas de assistência à condução, precursores da futura direção autônoma. O objetivo é avaliar a capacidade do veículo de evitar acidentes e, portanto, danos pessoais e materiais analisando os sensores incorporados (câmeras, radares, normas), seu custo de reparação e o benefício que proporcionam.

Crash tests

O conhecimento do CESVIMAP provém do estudo de novos modelos de veículos. Especificamente, a entidade testou mais de 800 (carros de passeio, vans, motos, patinetes elétricos, etc.) em sua área de crash test com impactos de baixa velocidade, completando 650 projetos de pesquisa e até mesmo desenvolvendo patentes próprias para os testes dos veículos nesta área. Nestes ensaios, é analisada a reparação, os custos e os sistemas de união.

O trabalho de pesquisa do CESVIMAP se complementa com a área de reconstrução de acidentes de trânsito. Ela determina o que aconteceu antes do acidente, com o objetivo de emitir um relatório e sua possível defesa no tribunal. Tem um impacto na segurança viária, fornecendo dados relevantes sobre o fator humano, a estrada, as condições climáticas, o estado dos veículos e o funcionamento dos elementos de segurança.

Crash test

Reconstrução de acidentes com novas tecnologias

Precisamente quando se fala de reconstrução de acidentes, é necessário mencionar a iniciativa do centro de P&D da MAPFRE neste campo.

Tradicionalmente, a análise do local do acidente acontecia in situ, com o perito regulador se deslocando até o lugar do sinistro. Agora, graças ao desenvolvimento tecnológico, esta reconstrução mudou completamente.

Empregando sistemas e aplicativos de informação geográfica e cartografia, bem como ferramentas de nuvens de pontos LiDAR, fotogrametria e outros aplicativos 3D, são criados gêmeos digitais, ou digital twins, que reconstroem de maneira digital o acidente ou sinistro ocorrido, de modo que cada detalhe pode ser explorado, medido com precisão e investigado cada ponto da superfície e do veículo, obtendo uma melhor compreensão das circunstâncias ocorridas e detectando aspectos específicos que talvez passariam despercebidos na cena física.

Projetos “Second Life” e “Batraw” para estender a vida das baterias EV

A evolução dos veículos elétricos depende da bateria. O impacto meio ambiental de sua fabricação e sua vida útil são dois desafios inadiáveis para uma indústria que procura ser sustentável.

As baterias dos VE acidentados até agora são tratadas como resíduos e administradas como tais para sua possível reciclagem. Por isso, a reutilização de baterias usadas é uma prioridade e o centro de P&D da MAPFRE criou o projeto “Second Life”, uma iniciativa para dar uma segunda vida a essas baterias a partir de seus módulos.

Lançado em 2021, o projeto, após a avaliação da bateria, tenta reutilizá-la de diferentes formas: como peça de reposição em veículos elétricos, se estiver em boas condições, no reparo de módulos danificados de outras baterias, como estação de recarga (fixa ou portátil, de maior ou menor tamanho) ou extraindo todas suas matérias-primas críticas para outros usos.

Além desta iniciativa, o CESVIMAP também participa do projeto “Batraw”, dentro do programa Horizon Europe, para a criação de processos de montagem e reparo de baterias elétricas e o diagnóstico de seu estado de saúde.

Condução autônoma e robôs autônomos de distribuição

A MAPFRE é a primeira seguradora a construir uma plataforma autônoma de testes para pesquisar nesta tecnologia por trás da condução autônoma e quais riscos ela representa.

O projeto, no qual a empresa trabalha desde 2018, em parceria com a Universidade Politécnica de Madri, através do INSIA, e a Universidade Carlos III de Madri, através de seu Laboratório de Sistemas Inteligentes, desenvolveu e testou aspectos como a visão por computador para perceber o ambiente, a capacidade de comunicação vehicle to everything, a interação homem-máquina, etc., bem como a localização e simulação do ambiente em recreações digitais.

Em 2022, o projeto trouxe à luz o primeiro protótipo de carro autônomo realizando um percurso urbano e completando sua viagem com sucesso.

Além disso, o CESVIMAP já está trabalhando na análise e pesquisa dos robôs de distribuição que circulam de forma totalmente autônoma pelas calçadas das grandes cidades. Especificamente, analisou os robôs de distribuição Goggo, que fazem entregas de última milha, e identificou riscos e oportunidades em seu desempenho atual, bem como sua circulação na estrada.

IBIS Iberia 2023

Coincidindo com o 40º aniversário do CESVIMAP, o centro experimental está sediando o congresso internacional IBIS IBERIA em setembro de 2023, um evento global que, pela primeira vez, será realizado no sul da Europa. O IBIS Worldwide é a principal conferência do mercado de reparos do mundo.

A IBIS Iberia 2023 será realizada em 19 de setembro de 2023 no Palacio de Congresos Lienzo Norte, em Ávila (Espanha). Essa conferência automotiva é baseada no tema “Estratégias sustentáveis para o sucesso”. É uma ótima oportunidade para conhecer as tendências, as melhores práticas e compartilhar inovações que contribuem para melhorar a lucratividade do mercado ibérico de reparos (Espanha e Portugal).

 

ARTIGOS RELACIONADOS: