Madrid 1,76 EUR -0,07 (-3,83 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

COMPROMISSO| 12.05.2021

Conheça os projetos classificados para a final da 4ª edição dos Prêmios Fundación MAPFRE de Inovação Social

Thumbnail user

Os nove projetos finalistas da grande final da 4ª edição dos Prêmios Fundación MAPFRE, que acontecerá amanhã, compartilham sua vocação para transformar e melhorar a vida de muitas pessoas.

As chaves que o júri terá em conta são a sua sustentabilidade ao longo do tempo, viabilidade e escalabilidade para poder reproduzir, no futuro, a nível nacional e internacional, multiplicando a sua abrangência.

Os empreendedores são elegíveis para € 90.000 em prêmios e irão receber apoio, orientação e ajuda para comunicar e desenvolver eficazmente as suas propostas através de coaching fornecido pela IE University.

Participam iniciativas voltadas para a melhoria da saúde e da tecnologia digital, prevenção e mobilidade segura e sustentável e economia do envelhecimento. Apresentamos os finalistas:

1. Categoria de Melhoria da Saúde e Tecnologia Digital (e-Health)

  • Medicsen (Espanha), primeiro dispositivo do mundo a distribuir medicamentos sem agulhas. Projetada inicialmente para pessoas com diabetes que usam agulhas subcutâneas no dia a dia, a tecnologia poderia ser adaptada a outros tipos de pacientes e doenças. As ondas inofensivas aumentam o tamanho dos poros naturais da pele, permitindo a entrada de macromoléculas de até 2.000 KDa.
  • Tele Ecografia para todos (Peru), ultrassons aplicados remotamente e de forma assíncrona, que permitem diagnosticar patologias sem a necessidade de um especialista em pessoa ou a necessidade de largura de banda. É um projeto que aproxima os especialistas em radiologia de áreas onde esses exames não eram praticados. Ele usa protocolos volumétricos na obtenção de imagens que podem ser aprendidas em 2 dias por profissionais de saúde não treinados.

 

  • Fleximedical (Brasil), unidades de saúde móveis e portáteis totalmente adaptadas que permitem que regiões vulneráveis ​​tenham acesso a cuidados médicos. Entre as unidades que oferecem, encontram-se complexos hospitalares dotados de alta tecnologia e todos fabricados com materiais que garantem sua durabilidade e baixo custo de manutenção.

2. Categoria de Prevenção e mobilidade segura e sustentável

  • ArejaBus (Brasil), Sistema de ventilação híbrido que utiliza o próprio movimento do ônibus para melhorar a sensação térmica e a qualidade do ar do transporte público urbano, uma alternativa ecológica e de baixo custo ao ar-condicionado. Reduz as chances de proliferação de doenças infecciosas e já impactou a vida de 26 mil pessoas, após ensaio em parceria com a empresa responsável pela operação do transporte público na Bahia.
  • Mobility Mojo (Irlanda), um sistema de classificação global independente para acessibilidade em hotéis. Avalia e exibe recursos acessíveis do hotel usando tecnologia inovadora, conecta os hóspedes a eles e promove reservas diretas.

 

  • Wheel The World (Chile), plataforma para que os viajantes com deficiência encontrem e reservem experiências de viagem 100% acessíveis. Os usuários podem encontrar e reservar serviços turísticos com as características de que necessitam, procurando destinos, hotéis, passeios ou pacotes adaptados e, uma vez agendado o serviço, a plataforma disponibiliza ao hotel ou operador as informações essenciais para os satisfazer.

3.  Categoria de Economia do envelhecimento (Ageingnomics)

  • Labora (Brasil), plataforma capaz de desbloquear barreiras para acelerar a inclusão da diversidade geracional nas empresas. Projetada para agilizar os problemas de recrutamento, treinamento e integração enfrentados pelos departamentos de recursos humanos, a plataforma se concentra em profissionais mais velhos.
  • Rosita Longevity (Espanha), uma treinadora que ajuda os idosos a se prepararem para a longevidade. É um aplicativo (app) que ajuda pessoas com mais de 60 anos a melhorar hábitos saudáveis ​​com treinos em casa – gratuitos e online – “para que, em 10 anos, não tenham 10 anos mais”.
  • Seniorpal (Colômbia), iniciativa que oferece experiências disruptivas em ambientes multigeracionais projetados para idosos que os capacitam a viver intensamente por meio da tecnologia. Sua oferta de serviços inclui workshops personalizados, sessões de treinamento, serviços de assistência remota ou presencial e um clube social para promover novas amizades.

Estes são os projetos finalistas, embora a chamada tenha recebido mais de 300 iniciativas desenvolvidas por cientistas, pesquisadores, estudantes universitários ou escolas de negócios, até 28% mais do que na edição anterior, um reflexo do papel cada vez mais ativo dos empreendedores e inovadores sociais.