MAPFRE
Madrid 2,228 EUR 0,03 (+1,55 %)
Madrid 2,228 EUR 0,03 (+1,55 %)

SUSTENTABILIDADE|05.03.2024

MAPFRE se junta ao Dia Mundial da Eficiência Energética

Thumbnail user

Consumo 22% menor de energia por ano e evita a emissão de mais
de 7.000 tm de co2e para a atmosfera

       

      • A MAPFRE duplica o objetivo previsto de redução do consumo de energia estabelecido para 2023, que foi de 11%.
      • A empresa promove o consumo eficiente de energia e a utilização de energias renováveis para alcançar a neutralidade até 2030.
      • Em 2023, 36,7% da energia elétrica adquirida na sede social em Madri evitou a emissão de 437 toneladas de CO2e.
      • Até 2030, está comprometida a que 50% da superfície dos grandes edifícios de propriedade da empresa possua certificação sustentável.

      A MAPFRE avança em seu compromisso com a eficiência energética como elemento chave em sua estratégia de descarbonização, com o objetivo de alcançar a neutralidade até 2030 em todos os países onde está presente. 

      Em 2023, a empresa reduziu seu consumo energético em 33 GWh, 22% a menos em comparação com 2019, um valor que supera o objetivo previsto para o ano passado, que foi de 11%. Tudo isso foi possível devido à instalação de painéis fotovoltaicos, à implementação de modelos de trabalho híbridos, à otimização de espaços de trabalho, ao investimento em eficiência energética e à renovação de frotas de automóveis a motores ECO e mais eficientes, entre outras medidas adotadas. Graças a esta redução no consumo, a seguradora evitou, no ano passado, a emissão de 7.773 Tm de CO2e para a atmosfera. 

      Destaca-se a instalação total de 8.930 painéis fotovoltaicos em algumas de suas sedes na Espanha, México, República Dominicana, Itália e Peru, que geraram 3,51 GWh, ou seja, 9,3% a menos na conta de luz desses edifícios. Na Espanha, a empresa usa energia procedente de fontes 100% renováveis e reduziu em 36,7% a energia elétrica adquirida da rede em sua sede social com comparação com 2019. Isso se deve aos 4.700 painéis fotovoltaicos de última geração instalados em 2022, que em 2023 geraram 1,62 GWh e evitaram a emissão de 437 tCO2e para a atmosfera. 

      Além disso, durante o ano passado, continuaram outras iniciativas que permitiram ajustar a climatização nos edifícios do Grupo, visando adequar as temperaturas para obter uma maior eficiência energética, como a campanha “Warm Biz”, na Espanha e no México, voltada à economia do consumo de energia no inverno, e “Cool Biz”, na Espanha, Argentina, Paraguai e México, destinada à economia do consumo energético de climatização no verão. Ambas as campanhas visam ajustar em um grau centígrado a temperatura de climatização, o que se traduz em uma economia aproximada de 7% no consumo de energia

      A seguradora também aposta pelo desenho e construção de edifícios com critérios de sustentabilidade e estabeleceu o objetivo de que até 2030 50% da superfície dos edifícios principais de escritórios em propriedade contem com um certificado de edificação sustentável LEED, BREEAM ou EnergyStar. 

      No final de 2023, 46% da superfície desses imóveis já contava com alguma destas certificações, 10% a mais do que no ano passado, que permitem alcançar reduções de 30% a 70% no uso de energia, de 30% a 50% no consumo de água e de aproximadamente 35% nas emissões de CO2. 

      Na atualidade, a empresa dispõe de um total de 42 edifícios com certificado ISO 14001 de Gestão Ambiental e 24 com cobertura ISO 50001 de Gestão Energética dentro de um sistema integrado de gestão, que impulsiona o uso eficiente de energia, água e matérias primas.  

      Outra das iniciativas em destaque voltadas à melhoria da eficiência energética em 2023 foi a substituição da iluminação convencional por luzes LED na Espanha, Itália, México e Turquia, com uma economia prevista de 194.161 kWh por ano, bem como melhorias nos sistemas de climatização em pontos da Espanha, México, Porto Rico e EUA, com uma economia prevista de 308.947 kWh anual.