MAPFRE
Madrid 2,204 EUR -0,02 (-0,81 %)
Madrid 2,204 EUR -0,02 (-0,81 %)

CORPORATIVO | 28.04.2023

Os prêmios cresceram 19% e alcançaram 7.786 milhões no primeiro trimestre

Thumbnail user
RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE ATIVIDADES EM 31 DE MARÇO 2023*
  • As receitas aumentam 21% e alcançam 9.121 milhões.
  • O resultado líquido foi de 128 milhões (-17%) devido ao impacto do terremoto na Turquia, com um custo líquido estimado de 77 milhões, juntamente com o ambiente complexo de automóveis.
  • A IBÉRIA supera o mercado tanto em Não Vida quanto em Vida com um crescimento em prêmios de 31%, apoiado também no negócio de Vida Economia, e permanece como a região com maior volume do Grupo.
  • LATAM, que aumenta seu resultado líquido até 94 milhões de euros, é o principal contribuinte para o lucro.
  • Melhoria do resultado do ramo de Vida (+ 95%) e do financeiro de Não Vida (+ 20%), dentro de um melhor contexto de mercado.
  • A unidade de resseguro cresce 7% e a de riscos globais 11%.
  • A MAPFRE pagará o dividendo complementário do exercício 2022 no próximo dia 24 de maio.
Antonio Huertas
*ADVERTÊNCIA: MAPFRE S.A. (MAPFRE) adverte que os valores contidos neste relatório de acompanhamento de atividades são apresentados de acordo com os princípios contábeis vigentes em cada país, homogeneizados para permitir sua comparação e agregação. Estes valores não devem ser considerados como indicação das futuras informações financeiras do primeiro semestre de 2023, as quais serão apresentadas segundo as Normas Internacionais de Informação Financeira (NIIF) e dentro dos prazos legais previstos. Para mais informações, consulte o Anexo ao presente documento.
  • O aumento de mais de 20% nas receitas consolida a tendência dos últimos trimestres e reflete tanto um incremento significativo nos volumes de negócio quanto uma melhoria nas receitas financeiras.
  • Os prêmios avançam 19%, sem impacto relevante das taxas de câmbio (com taxas constantes, os prêmios aumentam 18%). Este crescimento reflete uma melhoria generalizada do negócio, com aumentos de 10,3% em Não Vida e de 59,5% em Vida, principalmente devido ao desempenho da Espanha e do Brasil.
  • Em Não Vida, os prêmios aumentaram mais de 550 milhões de euros no primeiro trimestre, com um crescimento de 12,6% em Saúde e Acidentes, 10,6% em Seguros Gerais e 7,1% em Automóveis. A taxa combinada é de 98,5% (+ 0,4 pp) e permanece a volatilidade e dispersão dos trimestres anteriores marcados pelo cenário econômico. Seguros Gerais com uma taxa combinada de 87,3% (-5,3 pp) compensou a alta sinistralidade que ainda experimenta o negócio de Automóveis, com uma taxa combinada de 106,3% (+ 2,5 pp). Os aumentos de tarifas e melhorias de gestão realizadas neste último ramo para compensar a inflação se traduzirão gradualmente em melhorias da taxa combinada. Por sua vez, Saúde e Acidentes apresenta uma leve melhoria na taxa combinada em relação ao primeiro trimestre do ano anterior e é de 101,8% (-0,4 pp). O resultado financeiro de Não Vida atinge 150 milhões, com um aumento de 20%.
  • Quanto ao negócio de Vida, os prêmios aumentaram quase 700 milhões impulsionados pelo negócio de Vida Economia na Espanha. O resultado deste ramo se beneficiou tanto de um bom comportamento técnico quanto das fortes receitas financeiras, especialmente na América Latina. A taxa combinada de Vida Risco está em 81,6% (-1,3 pp). Tudo isto produz uma melhoria no resultado líquido de Vida de 95% em relação ao ano anterior.
  • O terremoto na Turquia foi o principal evento catastrófico relevante que afetou os resultados, e a estimativa, que ainda está sujeita a uma avaliação completa dos danos, apresenta um impacto de aproximadamente 77 milhões no resultado líquido, afetando principalmente à MAPFRE RE (72 milhões) e, em menor medida, à seguradora local (5 milhões). Em 2022, o sinistro catastrófico mais relevante para a empresa foi a seca no Brasil, com um impacto líquido para o Grupo de 37 milhões de euros no primeiro trimestre.
  • Com relação à carteira de investimentos, a estrutura por classe de ativos não apresentou mudanças significativas ao longo do trimestre, nem foram registrados impactos relevantes no resultado ou na avaliação dos investimentos como consequência da situação de certas entidades financeiras nos Estados Unidos e na Suíça. A MAPFRE realizou mais-valias pelo montante de 17 milhões no trimestre após impostos e minoritários (21 milhões em 2022).
  • Em relação aos investimentos disponíveis para venda, foram registradas mais-valias não realizadas (líquidas de impostos) de 259 milhões de euros durante 2023, melhorando a posição de capital das filiais. As principais variações correspondem a IBÉRIA com um aumento de 92 milhões, seguido pela MAPFRE RE com 57 milhões e AMÉRICA DO NORTE com 53 milhões.
  • Finalmente, as diferenças de conversão não sofreram variações relevantes durante o trimestre.

IBÉRIA supera o crescimento do mercado tanto no ramo de Vida quanto de Não Vida 

  • Os prêmios na Ibéria atingem 3.328 milhões (+ 31%), com destaque para a Espanha, com 3.253 milhões (+ 30%). Os prêmios de Portugal alcançam 74 milhões (+ 59%).
  • O negócio de Vida multiplica por 2,4 vezes seu volume em relação ao ano anterior, atingindo 1.082 milhões, dos quais 965 milhões correspondem a Vida Economia (326 milhões em 2022).
  • Os prêmios do negócio de Não Vida crescem 7,3% e refletem a boa evolução do negócio de Saúde e Acidentes (+9%), Seguros Gerais (+7,1%) e Automóveis (+4,9%).
  • Em automóveis, continua a progressiva adaptação de tarifas ao contexto inflacionário e com base em perfis individuais de risco. A frota totaliza 6.189.213 veículos segurados, com uma leve redução da frota no primeiro trimestre relacionada com medidas de seleção de riscos, que origina um aumento do prêmio médio de mais de 5%.
  • O resultado e a taxa combinada de Não Vida são afetados pelo negócio de automóveis, cuja taxa combinada é de 106,5% (+ 6,8 pp). Este ramo é afetado pela recuperação da mobilidade em níveis prévios à pandemia, um cenário de alta inflação e a atualização da escala. A melhoria da taxa combinada esperada para o restante do ano será sustentada por um rigoroso controle de custos, enquanto se estima que a tarifa média crescerá de maneira significativa acima deles.
  • Os ramos de Seguros Gerais e o negócio de Vida Risco continuam sua contribuição positiva para os resultados, com taxas combinadas de 92,4% e 73,2%, respectivamente.
  • O resultado financeiro continua sua melhoria em um ambiente mais favorável, com uma contribuição bruta para o resultado de Não Vida de 37,2 milhões (30 milhões em 2022).
  • O resultado líquido alcança 67,3 milhões, dos quais o negócio da Espanha contribui com 64 milhões e Portugal com 3,3 milhões. Desse valor, 11 milhões correspondem a mais-valias realizadas (14 milhões em 2022).

O negócio de LATAM consolida as fortes tendências dos últimos trimestres, com prêmios de 2.357 milhões e um resultado de 94 milhões, sendo o maior contribuinte para o lucro do Grupo.

O Brasil apresenta um forte crescimento e seu resultado mais que quadruplicou, graças às melhorias tanto no resultado técnico quanto no financeiro 

  • No Brasil, os prêmios alcançaram 1.198 milhões (+ 22%), com o crescimento apoiado na favorável evolução do real brasileiro, que se valorizou em 3%. Em moeda local, o crescimento dos prêmios aumentou 18%. Esta melhoria na emissão se deve principalmente à evolução positiva dos negócios de Seguros Agrários e Vida Risco, que crescem 44% e 28,5% em euros, respectivamente.
  • O negócio de Automóveis registra um crescimento de 8%. Continua neste ramo a rápida adaptação das tarifas em função da inflação. A frota aumenta para 1.294.740 veículos segurados, com uma leve redução no trimestre relacionada com medidas de seleção de riscos.
  • A taxa combinada diminui de forma significativa até 81,6%, devido em parte a uma melhoria de 15 pontos percentuais no ramo de automóveis, após os aumentos de tarifas. A taxa combinada neste ramo é de 106,6% (-14,8 p.p.). Além disso, o negócio agrário melhora sua evolução positiva, pois foi um trimestre benigno após as perdas sofridas em 2022 pela seca, com um excelente índice de Seguros Gerais em 72%. Por sua vez, o negócio de Vida Risco também registra uma taxa combinada sólida de 77,8%.
  • O resultado financeiro também continua sua grande contribuição positiva, com uma contribuição bruta para Não Vida de 23,4 milhões (19,8 milhões em 2022).

O resto de LATAM melhora seu resultado, consolidando as tendências do ano anterior 

  • Em LATAM SUL-CENTRO, os prêmios aumentam 12,1%, enquanto o resultado líquido é de 28 milhões, com contribuições relevantes das operações da Colômbia e do Peru. A emissão em moeda local cresce em todos os países, com destaque para os crescimentos na Colômbia (27%), Chile (14%), Panamá (25%) e República Dominicana (10%).
  • A taxa combinada em LATAM SUL-CENTRO aumenta até 102,1% pela situação no ramo de Seguros Gerais no Chile e no Peru.
  • No Peru, os prêmios alcançam 181 milhões, com um crescimento de 2,5%, enquanto seu resultado líquido ficou em 7,9 milhões. A taxa combinada do país subiu para 104,4% no trimestre, devido tanto às consequências do clima do Niño Costero quanto aos distúrbios sociais ocasionados pela instabilidade política.
  • No México, os prêmios totalizaram 333 milhões, com um crescimento de 1,3%, apoiado na evolução favorável do peso mexicano, que se valorizou 14,6%, enquanto seu resultado líquido atingiu 12 milhões. A taxa combinada aumenta mais de 2 pontos até 94,9% devido principalmente ao ramo de Saúde e Acidentes.
  • O negócio de Vida Risco e as receitas financeiras continuam sua melhoria e contribuem de maneira muito positiva para o resultado. 

América do Norte aumenta seu volume de negócio com uma melhoria importante da taxa combinada de automóveis em relação ao trimestre anterior

  • Na Área Regional América do Norte, os prêmios atingiram 584 milhões de euros em março, crescendo 8,1% em euros e 4,1% em dólares. O maior contribuinte foram os Estados Unidos, com 526 milhões e 8% de crescimento. Porto Rico, por sua vez, registrou um aumento de 8,5% e alcançou 58 milhões em prêmios.
  • O negócio de Automóveis registra um crescimento de 8,1%. A frota aumenta a 1.414.304 veículos segurados com uma leve redução em 2023.
  • A taxa combinada de Não Vida é de 107,7%, afetada por eventos climáticos (“Arctic Freeze”) nos Estados Unidos, que originaram uma maior sinistralidade no ramo de Lar, com um custo líquido de 13 milhões. A partir de maio, as tarifas deste ramo aumentarão em torno de 15% em média, para compensar o aumento nas taxas de cobertura catastrófica do resseguro.
  • A taxa combinada de automóveis é de 105%, uma melhoria importante em relação à taxa do quarto trimestre de 2022 (118%), apoiada pelos incrementos de tarifas já implementados. A tarifa de automóveis registrará um novo aumento de 6,5% a partir de maio.
  • Como resultado, a região registrou perdas de 9,3 milhões.

EMEA

  • Em EMEA, os prêmios alcançaram 437 milhões, representando um crescimento de 7,7% que reflete os impactos da moeda e da inflação na Turquia. A região apresenta perdas de 17,8 milhões relacionadas fundamentalmente ao terremoto (5 milhões de impacto líquido), bem como à concentração de sinistros de alta intensidade no ramo de automóveis na Itália. 

MAPFRE RE continua crescendo e contribuindo para o lucro do Grupo

  • Os prêmios da MAPFRE RE, que incluem o negócio de resseguro e o de riscos globais, aumentaram 8% para alcançar 2.010 milhões de euros. Em uma base comparável, ajustada pelo risco, as tarifas do negócio catastrófico crescem mais de 20%.
  • O negócio de resseguro cresce 6,7%, enquanto o de riscos globais avança mais de 11%.
  • O custo registrado na MAPFRE RE para o terremoto na Turquia foi estimado em 102 milhões, com impacto no resultado líquido do grupo de 72 milhões.
  • O resultado financeiro também cresce, com uma contribuição bruta para o resultado de Não Vida de 21,2 milhões (9,4 milhões em 2022). No decorrer do ano foram realizadas mais-valias líquidas de 4,4 milhões (-0,2 milhões em 2022).
  • O lucro líquido alcançou 33,4 milhões, elevando a taxa combinada para 98,8%.

ASISTENCIA inicia uma nova fase, com um foco de atividade mais digital e uma reorientação geográfica

  • Em 2023, a MAPFRE ASISTENCIA iniciou uma nova fase com o lançamento da nova marca, a MAWDY, presente em 23 países e com foco nos mercados estratégicos para o Grupo, isto é, a Europa e a América Latina.

 

ANEXO

INFORMAÇÕES IMPORTANTES 

Aspectos gerais 

A MAPFRE adverte que os valores contidos neste documento não devem ser considerados como indicação dos resultados do Grupo MAPFRE ou de sua posição financeira de acordo com as novas normas internacionais vigentes (NIIF 9 e 17), aplicáveis às entidades cotadas a partir de 1º de janeiro de 2023, e que serão apresentadas pela MAPFRE semestralmente. 

Este documento tem caráter meramente informativo e sua intenção é apresentar a evolução das magnitudes mais relevantes do negócio das unidades da MAPFRE no primeiro trimestre de 2023. O seu conteúdo não constitui uma oferta ou convite à contratação, nem vincula de forma alguma a entidade emissora. 

Alguns dos números incluídos neste documento foram arredondados. Portanto, poderia haver discrepâncias entre os totais e as quantias listadas nas tabelas devido a esse arredondamento. 

Regulamentos para apresentação dos valores deste documento 

Os valores e dados de 2023 contidos neste documento foram obtidos a partir das demonstrações financeiras preparadas pelas entidades do Grupo MAPFRE, de acordo com os princípios contábeis vigentes em cada país, e que serão apresentados aos supervisores locais nos calendários previstos de envio de informações. 

Para alcançar a homogeneidade nos resultados e índices entre unidades e regiões, certos ajustes nos valores de 2023 foram aplicados, sendo os mais relevantes os seguintes:

Os dados comparativos do primeiro trimestre de 2022 refletem os valores apresentados pelo Grupo de acordo com os princípios contábeis internacionais vigentes nesse ano. Não há diferenças relevantes de avaliação ou apresentação com os critérios aplicáveis em 2023. 

Impactos das novas Normas NIIF 9 e 17 

No decorrer do primeiro trimestre de 2023, não houve mudanças nos aspectos metodológicos ou nos critérios aplicáveis em relação às informações publicadas no relatório de contas anuais consolidadas da MAPFRE correspondentes ao exercício 2022.[1] 

Em relação ao balanço de transição, os fundos próprios consolidados da MAPFRE em 1º de janeiro de 2022 de acordo com os novos princípios alcançariam 8,3 bilhões, em comparação com 8,5 bilhões apresentados de acordo com os antigos princípios. A diferença entre ambos os valores se deve principalmente a impactos negativos do ajuste de risco não financeiro (-0,3 bilhões)[2], que é parcialmente compensado com o desconto das provisões a valor atual (0,2 bilhões). Além disso, o CSM (Contratual Service Margin) foi estimado em 2,2 bilhões em 1º de janeiro de 2022. 

Em relação à NIIF 9, as diferenças mais importantes sobre os valores publicados neste documento são:

  • As mais-valias líquidas realizadas na carteira de renda variável no montante de 22 milhões e que constam no resultado do período de acordo com os princípios locais, serão apresentadas de acordo com as normas NIIF na epígrafe de “Receitas lançadas diretamente no Patrimônio”.
  • O aumento das mais-valias não realizadas na carteira de fundos de investimento no montante de 30 milhões após impostos e que figura de acordo com os princípios locais na epígrafe “Receitas lançadas diretamente no Patrimônio”, será refletido como lucro do período de acordo com a nova norma NIIF.
  • “Outros ajustes de avaliação” teriam um impacto positivo no resultado pelo montante aproximado de 3 milhões. 

As demais informações relacionadas às NIIF 17 serão publicadas dentro dos prazos legais previstos.

[1] Consulte a seção “2.5: Comparação das informações “(https://www.mapfre.com/media/accionistas/2022/cuentas-anuales-e-informe-gestion-consolidados-2022.pdf)

[2] Reflete a compensação exigida pela entidade seguradora pela incerteza e possíveis desvios no cálculo dos fluxos esperados.