Madrid 1,625 EUR 0,02 (+1,5 %)

SUSTENTABILIDADE| 22.02.2022

Obtivemos o certificado resíduo zero em nossa sede corporativa

Thumbnail user

Durante este último ano, aproveitamos 92% dos resíduos que geramos para evitar que acabassem em um aterro sanitário e para que não produzissem emissões de CO2, e assim conseguimos reciclar 351 toneladas de resíduos em um ano. Por isso, a AENOR certificou 4 edifícios da nossa sede social como resíduo zero.

Em 2022, continuaremos impulsionando medidas para reduzir nossos resíduos em 5% e aumentar a reciclagem em 3%, comprometendo-nos a renovar este título todos os anos e a ampliá-lo a mais escritórios e países.

Iniciamos este projeto no começo de 2021 em quatro edifícios de Majadahonda, em Madri, o que nos permitiu continuar protegendo o meio ambiente, posicionar-nos como uma referência em termos de sustentabilidade e somar nosso lema #LaParteQueNosToca, que representa o compromisso de construir um mundo mais limpo, justo e igualitário.

Objetivos conseguidos

Eliminamos todas as garrafas e copos de plástico descartáveis graças ao projeto ‘MAPFRE Sem Plásticos’.

RECICLAR PLASTICOS

Convertemos nossa sede social em Resíduo Zero, um certificado concedido pela AENOR às entidades que classificam os resíduos gerados para que possam ser reutilizados ou reciclados e não acabem em um aterro sanitário.

Durante este tempo, nós instalamos 122 novos contêineres para fomentar a separação de resíduos e sua posterior reciclagem. Além disso, foram retiradas as lixeiras com o objetivo de que os funcionários separem adequadamente os diferentes tipos de resíduos e evitem assim misturar matéria orgânica, máscaras, embalagens, papel e toner, entre outros.

Tudo isso nos permitiu “valorizar” ou aproveitar 92% dos resíduos que geramos para evitar que acabassem em um aterro sanitário e para que não produzissem emissões de CO2.     

351 toneladas a menos em aterros sanitários

Graças ao Resíduo Zero, que contou com a contribuição de uns 2.500 funcionários e diferentes colaboradores, como o pessoal de limpeza e de manutenção, em um ano foi reciclado um total de 40 toneladas de papel, 34 toneladas de embalagens e 15 toneladas de papelão, e foi gerada energia através da classificação de um total de 84 toneladas de resíduos orgânicos.

RECICLAR PAPEL 731

 

Também foram gerenciadas 3 toneladas de resíduos tecnológicos, que foram reutilizados e reciclados, uma medida que evitou a emissão de 7,8 toneladas de CO2 à atmosfera.

O projeto Resíduo Zero proporcionou outras vantagens dirigidas a promover a reciclagem e a redução de resíduos como, por exemplo, reduzir o desperdício de alimentos, reutilizar 241 equipamentos informáticos para uso interno e doar 600 equipamentos informáticos que estavam fora de uso profissional para entidades sem fins lucrativos e escolas, para prolongar assim sua vida útil. Também permitiu habilitar estações de reciclagem nas cafeterias dos edifícios e incorporar guardanapos e copos de café de material biodegradável.

 

Menos poluição

Com o Resíduo Zero, foi posto em andamento um plano de formação e sensibilização para que saibamos classificar corretamente e aumentemos o uso de outros contêineres já disponíveis para reciclar papel, toner, pilhas e celulares, entre outros. Entre as mensagens que foram difundidas destaca-se o fato de que, graças à reciclagem, reduzimos a pegada de carbono, evitamos poluir a água, o solo e o ar (ODS 6 e 13), economizamos matérias-primas (ODS 12), conservamos os recursos naturais e os ecossistemas (ODS 15) e protegemos a saúde e o bem-estar (ODS 3).

RECICLAR PILAS 731

Mais países

O novo plano de Sustentabilidade da MAPFRE para 2022-24, mais ambicioso que os anteriores, incorporou novas medidas para continuar diminuindo a geração de resíduos e estabelecer planos e programas de redução paulatina em mais escritórios e países como, por exemplo, México, Brasil e Porto Rico.

Em 2022, continuaremos impulsionando medidas para reduzir os resíduos em 5% e aumentar a ‘valorização’ dos mesmos em 3%.

Sem Plásticos 

Não é a primeira vez que promovemos iniciativas para proteger o meio ambiente. Graças ao projeto ‘MAPFRE Sem Plásticos’, implantado em 2019, não utilizamos plástico em países como Espanha, México, Paraguai, Brasil e Peru, e utilizamos garrafas de vidro reutilizável e fontes de água filtrada.