Madrid 1,8755 EUR -0,04 (-2,04 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Publicação de resultados 1T 2021
29 de abril de 2021

Consulte a documentação financeira publicada

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

SUSTENTABILIDADE| 03.01.2021

Biomimética: observar a natureza e emular soluções para a sustentabilidade  

Thumbnail user

Esta ciência, cujo nome vem de bio, “vida”, e mimese, “imitar”, estuda a natureza como fonte de inspiração para tecnologias inovadoras na resolução de problemas dos seres humanos, e vem ganhando adeptos nas áreas de arquitetura e construção compatíveis com a biodiversidade 

A natureza tem milhões de anos de vantagem sobre os seres humanos e revela soluções para os nossos problemas. A biomimética, também conhecida como biomimetismo ou biomimesis, é o processo de observação, compreensão e aplicação de soluções da natureza aos problemas humanos na forma de princípios biológicos, de biomateriais de todo tipo.

Um artigo publicado na revista Gerencia de Riesgos da MAPFRE Global Risks aponta a biomimética como uma ciência capaz de melhorar a eficiência energética. Como? A partir da construção de edificações baseadas em estruturas de organismos naturais. “Um dos grandes desafios seria atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), minimizando o impacto e respondendo aos desafios sociais e energéticos que a humanidade enfrenta”, afirma a arquiteta e diretora do Laboratório Biomimético, Marlén López.

Construir estruturas mais eficientes, fabricar materiais, criar sistemas de consumo zero, gerenciar recursos, controlar o conforto térmico e produzir energia para os edifícios são algumas das vantagens oferecidas por este processo.

O artigo cita alguns exemplos de estruturas biomiméticas no mundo, como o Palácio de Cristal do Parque do Bom Retiro, em Madri, baseado nos padrões estruturais da folha de um lírio gigante. Cita também a torre Gherkin, em Londres, com um sistema de ventilação que emula o sistema respiratório das esponjas marinhas e das anêmonas-do-mar, e o Sahara Forest Project, ainda em desenvolvimento, que irá reflorestar áreas do deserto usando, para isso, o mar.

Em conjunto com outras áreas, como a sustentabilidade e a nanotecnologia verde, a biomimética proporcionará avanços na pesquisa e na inovação em áreas como medicina, robótica, energia, biotecnologia e inteligência artificial.

Os softwares de projeto paramétrico, a impressão 3D e o corte a laser são aliados importantes, já que permitem a implementação de projetos inspirados na natureza com geração mínima de resíduos.

Veja a revista aqui.