logo-mapfre
Madrid 1,882 EUR 0,02 (+1,29 %)
Madrid 1,882 EUR 0,02 (+1,29 %)

ECONOMIA| 19.01.2023

Os desafios geopolíticos, presentes e futuros

Thumbnail user

É difícil prever com certeza quais serão os principais desafios geopolíticos em 2023, já que dependerão de uma ampla gama de fatores que podem mudar rapidamente. No entanto, a partir das tendências e problemas atuais, há vários desafios que poderiam surgir ou adquirir maior importância nos próximos anos.

Conforme se inclui no último Relatório Panorama Econômico e Setorial, elaborado pela MAPFRE Economics, destacam as tensões entre as principais potências, em particular Estados Unidos e China, e o impacto da rápida mudança tecnológica. Também, é provável que a ameaça do terrorismo continue sendo uma preocupação importante, e que a mudança climática continue impactando a economia e a riqueza da parte inferior da camada socioeconômica do mundo, aumentando a desigualdade e perpetuando a armadilha da renda média.

Tensões entre grandes potências

Um dos principais desafios que poderia continuar configurando o panorama geopolítico em 2023 são as atuais tensões entre as grandes potências, em particular Estados Unidos e China. Estas tensões viram-se alimentadas por uma série de questões, como o comércio, a diplomacia e os confrontos militares, e têm o potencial de perturbar as relações e a estabilidade mundiais. Este desafio adquire maior importância a partir do desvanecimento da Teoria das Expectativas Comerciais, pelas quais se mantinham relações diplomáticas razoáveis em nome dos lucros mútuos do comércio bilateral. Esse foi o exemplo de novo nas relações bilaterais sino-norte-americanas e a proibição de compartilhar tecnologia, as crescentes tensões em relação à Taiwan, um elo-chave na cadeia de valor tecnológico ou o novo arranjo das fontes de energia após a dissociação entre a Europa e Rússia.

Impacto da tecnologia

É provável que o rápido ritmo da mudança tecnológica continue tendo um grande impacto nas relações internacionais em 2023 e depois disso. Isto poderia incluir a aparição de novas tecnologias que têm o potencial de mudar o equilíbrio de poder entre as nações, assim como a possibilidade de que os ciberataques e outras formas de sabotagem digital perturbem os sistemas e as infraestruturas mundiais. A luta para controlar as cadeias de valor da tecnologia e partes fundamentais da cadeia de valor aumentará continuamente as tensões entre as potências dominantes. Além disso, o risco que surge organicamente da tecnologia, especialmente da inteligência artificial (IA), está amplamente subestimado. As tendências algorítmicas, a potência e os custos de CO2 da formação em aprendizagem automática e o aumento dos modelos de fundamentos em IA, produzem uma mudança no crescimento da produtividade e entranham perigos duradouros para a estabilidade e a desigualdade.

Mudança climática

Os impactos da mudança climática, incluindo o aumento do nível do mar, os desastres naturais mais frequentes e graves, e as mudanças nos padrões climáticos, é provável que continuem expondo desafios importantes em 2023 e depois disso. Estes impactos poderiam perturbar o comércio mundial, impactar um grande número de pessoas e deixas tensas as relações entre os estados, e para fazer-lhes frente será necessária a cooperação e a coordenação em escala mundial. Além disso, a mudança climática, como todos os outros riscos de longo alcance, age como impostos regressivos que impactam a renda e a riqueza a partir da base do estrato sócio-econômico, aumentando a desigualdade e perpetuando a armadilha da renda média.

Terrorismo

É provável que a ameaça do terrorismo continue sendo uma preocupação importante em 2023. Também é provável que o uso das redes sociais para difundir propaganda e inspirar a violência continue criando um desafio importante na luta contra o terrorismo. O terrorismo funciona como meio coercitivo para alcançar um objetivo com escassos recursos e em um contexto em que se criam choques contrastados. Daí que a generalização de sua versão tangível precise de um ambiente estável para criar esse poder coercitivo. Também, é previsível que o terrorismo, em tempos de convulsão, irá se transformando em ciberterrorismo.

Instabilidade política e conflitos

É provável que a instabilidade política e os conflitos continuem sendo desafios importantes em 2023, com uma série de questões, como a desigualdade econômica, as tensões étnicas e religiosas, e a escassez de recursos, que poderiam provocar distúrbios e violência em diversas partes do mundo. Isto poderia ter importantes repercussões na segurança e na estabilidade mundiais. O loop de retroalimentação entre desigualdade, privação de direitos e censura partidista deve romper-se para mitigar este tipo de risco. Não obstante, no meio dos demais desafios geopolíticos, isto parece difícil de se conseguir em um futuro previsível.

ARTIGOS RELACIONADOS: