Madrid 1,8255 EUR 0,02 (0,91 %)
ZoomTalentoPrensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

ECONOMIA| 23.11.2021

América Latina, o mercado natural de crescimento das empresas espanholas 

Thumbnail user

A MAPFRE participa no Foro Latibex, que durante três dias reunirá as principais empresas latino-americanas e espanholas com investidores internacionais.

Na hora de abordar a expansão internacional, as empresas espanholas sempre olharam em primeiro lugar para a América Latina. As razões históricas e culturais, assim com o idioma, foram os principais motores que impulsionaram o desembarque de multinacionais espanholas em países latino-americanos ao lado de sócios locais, através de aquisições ou diretamente iniciando ali suas atividades.

Há 22 anos, a bolsa espanhola criou um mercado para a compra e venda de ações de empresas latino-americanas em euros e também foi implementado um fórum de encontros, para a reunião entre as principais empresas latino-americanas e espanholas com interesses nessa região. Neste momento, o Foro Latibex volta a reunir empresas, investidores e analistas. A MAPFRE estará presente, mais uma vez, neste ponto de encontro, em que explicará em reuniões “one to one” a evolução da empresa, seus resultados e os planos imediatos, respondendo às questões apresentadas por estes investidores.

A chegada da MAPFRE à América Latina data de 1984, ano em que o Grupo fez sua primeira incursão na Colômbia. Desde então, a MAPFRE foi incrementando sua presença no continente latino-americano e hoje é uma multinacional presente em quase todos os países da região. De fato, é um dos principais grupos seguradores na América Latina e líder no negócio Não Vida. Os prêmios do negócio segurador da MAPFRE na América Latina durante os nove primeiros meses deste ano superaram 5.400 milhões de euros, número que representa uma terceira parte de todo o negócio do Grupo.

Mas a MAPFRE não é o único exemplo de empresa espanhola que ao longo de décadas foi incrementando sua presença nos diferentes países da América Latina. Bancos, energéticas, operadoras de telefonia seguiram também este caminho iniciado pela MAPFRE há várias décadas. Hoje, a Espanha é o primeiro investidor europeu na região e a nível mundial, apenas superada pelos Estados Unidos. Uma parte importante das receitas e lucros das empresas que fazem parte do Ibex 35 procede da América Latina. 

Por muitos motivos, o Foro Latibex pretende ser não só um ponto de encontro de empresas e investidores, mas promover e aprofundar ainda mais as relações institucionais entre a Espanha e América Latina.

Criado em 1999, Latibex é o único mercado internacional só para valores latino-americanos e se converteu na porta de entrada para investimentos europeus na América Latina, já que permite a compra de ações de empresas latino-americanas em euros. Ele é regido pelas mesmas regras de negociação e liquidação que a bolsa de valores espanhola, portanto é como estar comprando ações de qualquer empresa espanhola cotada em bolsa. Graças a este mercado, os investidores europeus têm acesso a uma das regiões com maior potencial de crescimento e, ao mesmo tempo, as empresas latino-americanas podem aceder ao mercado de capitais europeu.