Madrid 1,76 EUR -0,07 (-3,83 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

COMPROMISSO| 10.09.2021

Fundación MAPFRE ajuda o refeitório San Sebastián e na compra de material e medicamentos contra a Covid na Venezuela

Thumbnail user
Thumbnail user

A Fundación MAPFRE aprovou um orçamento extraordinário de 10 milhões de euros para fazer frente à situação de emergência e crise socioeconômica que a COVID-19 está causando na América Latina.

A entidade, que desde o início da pandemia destinou 35 milhões de euros para proteger a sociedade contra o vírus e ajudar os grupos mais desfavorecidos, agora amplia seu orçamento para lançar um total de 71 projetos com os quais espera ajudar cerca de 500 mil pessoas de 18 países.

 

Garantir alimentação básica e nutrição

Na Venezuela, Fundación MAPFRE ajuda com mais de 70.000 euros para oferecer atendimento nutricional a crianças, adolescentes, adultos e idosos no Refeitório Paroquial San Sebastián, em Maiquetía, melhorando sua alimentação como população mais desfavorecida e afetada pela pandemia.  O programa é desenvolvido em colaboração com a Diocese La Guaira.

Materiais de saúde 

Assim mesmo, a Venezuela é um dos países que vai se beneficiar com os suprimentos médicos adquiridos pela Fundación e usados principalmente para a proteção e reabilitação de pessoas idosas. Esta doação de € 102.835 busca mitigar a situação do sistema público de saúde, através da compra de insumos médicos e medicamentos especialmente orientados aos grupos mais vulneráveis, ajudando a atenuar as dificuldades que possam ser encontradas quanto à disponibilidade, acessibilidade ou qualidade desses materiais e cobrindo aspectos de gênero e interculturalidade.

A ação é realizada em colaboração com Médicos do Mundo, e através da ajuda de voluntários do escritório da MAPFRE da região (San Cristóbal), que participa ativamente nesta ação.

Antonio Huertas: “Não há quem impeça a solidariedade”

“Esperamos que as coisas mudem para melhor. Nenhuma pandemia nos fará desistir do nosso compromisso com o progresso social”, disse Antonio Huertas, presidente da Fundación MAPFRE, que se referiu a esta verba extraordinária, 45 milhões de euros em dois anos, como um “plano que visa salvar todas as vidas possíveis e proteger os mais expostos socialmente, aqueles que lutam contra o coronavírus na linha da frente”.  Ele lembrou, ainda, que a Fundación, que em 2020 viveu “seu maior desafio” em 45 anos, também está apoiando a investigação, contribuindo assim com a prevenção a fim de evitar que as consequências sociais da doença multipliquem a pobreza e a desigualdade. Tudo isso está sendo feito com a ajuda de seus voluntários, que mais uma vez contribuíram para essa empreitada. “Quando há solidariedade, não há quem a impeça”, disse.