Madrid 1,774 EUR 0,01 (0,8 %)
ZoomTalento Prensa

5
continentes

 

34.000
colaboradores

Assumimos a parte que nos interessa no desenvolvimento sustentável

Trabalhamos com conhecimento e reflexão para criar debate público

M

COMPROMISSO| 19.05.2021

Fundación MAPFRE aumenta ajuda ao México para atenuar o impacto da Covid-19

Thumbnail user

A entidade acaba de doar mais de 37.500 quilos de alimentos para nove bancos de alimentos em todo o país a fim de reduzir a desnutrição e a exclusão social. Ela realizará diversos projetos de promoção do empreendedorismo feminino e da inserção laboral de pessoas com deficiência visual. A entidade aumentou este ano o seu orçamento extraordinário na América Latina para 10 milhões de euros para combater a pobreza e a exclusão social.

A Fundación MAPFRE aprovou um orçamento extraordinário para 2021 de 1,736 milhões de euros para fazer frente à situação de emergência e de crise socioeconômica que vive o México por conta da COVID-19.

Esta ajuda faz parte de uma dotação total de 10 milhões de euros na América Latina, com a qual a Fundación MAPFRE realizará um total de 47 projetos, com os quais espera ajudar cerca de 168 mil pessoas.

No México, o segundo país depois do Brasil que mais recebeu ajuda econômica até agora, a entidade realizará inúmeras atividades para reduzir a desnutrição e a exclusão social, bem como para promover a empregabilidade, a educação e o empreendedorismo. Serão desenvolvidas em colaboração com sua rede de voluntários e entidades sociais como o Banco de Alimentos, as fundações Cozumel e FOAL, a organização Altitud, entre outras.

 

Mais de 37.500 quilos de alimentos  

A pandemia COVID-19 significará uma crise alimentar sem precedentes que afetará mais de 85 milhões de crianças na América Latina, segundo a FAO. O México, segundo dados da OCDE, é o segundo país do mundo com maior desigualdade econômica e onde 46,2% das pessoas (55,3 milhões de mexicanos) vivem na pobreza, dos quais 11,4 milhões em extrema pobreza.

Lá, a Fundación MAPFRE acaba de doar mais de 16 mil quilos de arroz e 21.250 quilos de feijão a nove bancos de alimentos de toda a República Mexicana, projeto que realiza ativando sua rede de voluntários, 433 no total, para etiquetar as entregas, montar pacotes nutricionais e posteriormente distribuí-los às famílias mais vulneráveis. A ajuda para este projeto é superior a 31.000 euros.

Treinamento de empreendedorismo para mulheres  

A Fundación MAPFRE também contribuirá para a recuperação econômica das famílias em situação de vulnerabilidade, com atenção especial às mulheres em vários países latino-americanos com piores índices de desemprego, entre eles, o México. Especificamente, lançará, em colaboração com a Fundação Cozumel local, um treinamento em empreendedorismo para 126 mulheres nas cidades de Cancún, Monterrey e Guadalajara. O curso incluirá a realização de um projeto em equipe, que terá duração de seis meses, e poderá beneficiar mais de 2.500 pessoas.

Além disso, em colaboração com a Altitud, apoiará mães, chefes de família, de populações indígenas, residentes na região metropolitana do Estado de Nuevo León, , com uma ajuda econômica de 35.500 euros,para a aquisição de uma máquina de costura que lhes permitirá iniciar oficinas produtivas em suas casas e alcançar maior independência financeira.

Inclusão e deficiência: proteger seus direitos

Integrar pessoas no mercado de trabalho com qualquer tipo de deficiência é outro dos objetivos que a Fundación estabeleceu para 2021. Essas pessoas, que estão entre as mais afetadas pela pandemia na América Latina, vivem em lugares onde quase não existem programas sociais de auxílio. Nesse sentido, a Fundación implementará atividades em 11 países da região, incluindo o México, em que seu objetivo específico é que essas pessoas, entre as mais afetadas pela COVID, tenham acesso ao mercado de trabalho.

Também promoverá uma atividade de integração laboral para pessoas com deficiência visual, por meio de um curso de três meses, bem como bolsas de estágio em empresas locais, e facilitará trabalhos para pessoas que os realizem em colaboração com a Fundación FOAL.

Antonio Huertas: “não há quem impeça a solidariedade”

“Esperamos que as coisas mudem para melhor. Nenhuma pandemia nos fará desistir do nosso compromisso com o progresso social”, disse Antonio Huertas, presidente da Fundación MAPFRE, que se referiu a esta dotação extraordinária, 45 milhões de euros em dois anos, como um “plano que visa salvar todas as vidas possíveis e proteger os mais expostos socialmente, aqueles que lutam contra o coronavírus na linha da frente”. Lembrou ainda que a Fundación, que em 2020 viveu “seu maior desafio” em 45 anos, também está apoiando a pesquisa e contribuindo a fim de evitar que as consequências sociais da doença multipliquem a pobreza e a desigualdade. Tudo isso está sendo feito com a ajuda de seus voluntários, que mais uma vez contribuirão para essa empreitada. “Quando há solidariedade, não há quem a impeça”, disse.