Órgãos de Governo

Órgãos do Governo MAPFRE

Na MAPFRE não nos preocupa apenas nossa atividade, mas também a maneira como esta é desenvolvida. Ao longo de toda a sua história, os órgãos de governo da MAPFRE têm demonstrado uma forte sensibilidade pela boa governança corporativa; assim, vêm elaborando um conjunto de princípios e normas que foram se adaptando às mudanças estruturais pelas quais a MAPFRE passou e que foram reunidos nos Princípios Institucionais Empresariais e Organizacionais do Grupo.

Atualmente, a companhia é regida por seus Estatutos, pelo Regulamento da Assembleia de Acionistas e pelo Regulamento do Conselho de Administração.

A MAPFRE S.A. está cotada nas Bolsas de Madri e Barcelona, e faz parte dos índices IBEX 35, Dow Jones Stoxx Insurance, MSCI Spain, FTSE All-World Developed Europe Index, FTSE4Good e FTSE4Good IBEX.

Principais Órgãos de Governo:

Conselho de Administração

É o órgão superior de administração e supervisão do Grupo. Conta com uma Comissão Delegada e com três Comitês Delegados: de Auditoria, de Nomeações e Retribuições; e de Riscos e Cumprimento. O Conselho de Administração designa os cargos de Presidente, Vice-Presidentes, Conselheiro Independente Coordenador e Secretário.

Comissão Delegada

É o órgão delegado do Conselho de Administração para exercer a diretoria executiva e o monitoramento permanente da gestão ordinária da companhia e de suas filiais em seus aspectos estratégicos e operacionais, e age com todas as suas faculdades, exceto aquelas que sejam legalmente indelegáveis. O Presidente, o Primeiro e o Segundo Vice-presidentes do Conselho de Administração da MAPFRE, S.A. são também Presidente e Primeiro e Segundo Vice-presidentes de Ofício da Comissão Delegada, que será integrada por 10 membros no máximo.

Comitê de Auditoria e Cumprimento

Será composto por entre três e cinco Conselheiros não executivos, a maioria dos quais deverão ser Conselheiros Independentes. Um deles deverá ser designado tendo em conta seus conhecimentos e experiência em termos de contabilidade, auditoria ou ambas. Entre suas competências, estão a de informar sobre o resultado da auditoria, monitorar a eficácia do controle interno, monitorar a elaboração e apresentação das informações financeiras, apresentar propostas para a escolha do Auditor Externo, etc.

Comitê de Nomeação e Retribuições

Será integrado por entre três e cinco Conselheiros não executivos, dos quais pelo menos dois devem ser Conselheiros Independentes. Entre suas competências, destacam-se a de definir o perfil dos candidatos a preencher uma vaga no Conselho de Administração, estabelecer objetivos de representação do sexo menos representado no Conselho de Administração, apresentar propostas de nomeações de Conselheiros Independentes, propor a política de retribuições dos conselheiros e dos diretores gerais, etc.

Comitê de Riscos

Será composto por entre três e cinco Conselheiros não executivos. Entre suas competências, estão a de apoiar e assessorar o Conselho de Administração na definição e avaliação das políticas de riscos do Grupo, zelar pela aplicação de normas de boa governança, monitorar o cumprimento da normativa interna e externa, etc.

Comitê Executivo

É o órgão que, a pedido do Conselho de Administração, exerce a supervisão direta da gestão das Unidades de Negócio e Áreas Corporativas e garante sua atuação coordenada.

Comitê Global de Negócios

É o encarregado de analisar o desenvolvimento dos negócios de seguros e de serviços da MAPFRE no mundo todo, o cumprimento dos planos definidos e de propor ações de correção e de melhorias. Deverá informar periodicamente o Comitê Executivo da MAPFRE sobre suas propostas e atuações.