MAPFRE
Madrid 2,166 EUR 0 (0,09 %)
Madrid 2,166 EUR 0 (0,09 %)
SUSTENTABILIDADE | 06.09.2020

A variedade de fundos sustentáveis da MAPFRE atrai mais de 60 milhões, apesar da instabilidade dos mercados

Thumbnail user
A MAPFRE AM tem quatro fundos que atendem aos critérios ambientais, sociais e de governança

Esses produtos tiveram um desempenho melhor que os índices de referência durante os meses de instabilidade

Os fundos de investimento da MAPFRE AM, administradora do grupo segurador, registraram assinaturas líquidas positivas até agora e neste ano. Mas esse impulso se deve principalmente à variedade de produtos de investimento socialmente responsáveis da empresa. Especificamente, há quatro fundos que atendem aos critérios ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) e todos registram captação líquida de 62 milhões de euros, de acordo com dados do fim de maio.
O mais recente produto lançado no mercado pela gestora é o Compromisso de Saúde da MAPFRE AM, um fundo garantido que tem um vínculo social subjacente emitido pela Comunidade de Madri. O dinheiro arrecadado por meio dessa iniciativa foi usado para combater a COVID-19. Mas a esse fundo são acrescentados outros três que acentuam cada uma das siglas, E, S e G.

Por outro lado, a Inclusão Responsável da MAPFRE AM (MIR), lançada no final do no ano passado juntamente com o parceiro francês, La Financeira Responsable (LFR), investe em empresas que promovem a inclusão de pessoas com discapacidade. Ele foi apresentado pelas Nações Unidas como um exemplo de boas práticas. O MIR foi pioneiro na medição do grau de progresso nos objetivos ODS e, com essa experiência, a MAPFRE apresentou a mesma análise para o portfólio total de investimentos do grupo em sua última Assembleia Geral. Neste sentido, dentro dos indicadores do ESG que utilizamos no MIR, dois dados se destacam. A taxa de emprego do grupo de pessoas com discapacidade nas empresas da carteira do fundo é de 3,82% e o volume de emissões de CO2 das empresas da carteira é 66% menor do que o do Stoxx 50.

A série é concluída pelo Good Governance da MAPFRE AM, um fundo global de ações que inclui empresas com boa governança corporativa, e pelo Capital Responsável da MAPFRE AM, que investe em empresas que atendem aos critérios ESG. Além disso, este último apresenta-se na forma de um fundo de aposentadoria, no qual também houve depósitos líquidos de quase 12 milhões no mesmo período.

Esse bom desempenho dos fundos ESG é medido não somente em termos de patrimônio, mas também em rentabilidade. Os quatro produtos superaram seus valores de referência, não apenas até agora neste ano, mas também desde 24 de fevereiro, quando a instabilidade dos mercados começou por conta da pandemia. Por exemplo, o Good Governance da MAPFRE AM teve um saldo positivo de 0,99% nos primeiros cinco meses do ano, comparado com as perdas de 9,37% do Stoxx Global TMI. Desde 24 de fevereiro, caiu 5,16%, em comparação com a queda de 13,38% do índice. E, graças ao impulso da semana passada, já tem um saldo positivo de mais de 5%.

Algo semelhante ocorreu com o Capital Responsável da MAPFRE, que perdeu 3,34%, comparado com a queda de 8,01% do EAA Fund EUR Moderate Allocation. Por sua vez, a Inclusão Responsável caiu 14,24%, contra 19,02% de queda do Euro Stoxx 50 no mesmo período. “Estou convencido de que os investimentos com critérios ESG, com os quais não somente buscamos um retorno financeiro, mas também contribuímos para uma melhoria da sociedade, emergirão mais fortes desta crise. Não há mais nada que se destaque no comportamento registrado por eles durante esses meses de extrema volatilidade nos mercados, o que mostra que cada vez mais clientes confiam neste tipo de produto”, disse Álvaro Anguita, Diretor executivo da MAPFRE AM.